Artigos

Leia os nossos artigos sobre educação financeira e dicas para a sua empresa adquirir capital de giro!

Blog do site Capitaldegiro.net.br

Leia os artigos sobre capitaldegiro.net.br através do nosso blog

Fórum Header

Tire já suas dúvidas!

O Fórum é um serviço gratuito para você tirar dúvidas e também compartilhar o seu conhecimento sobre qualquer assunto relacionado neste site. Aqui você pode fazer a sua pergunta e que será respondida por especialistas na área de educação e por outros usuários.

Para fazer uma pergunta, clique no botão "Pergunte!" ao lado.

  • Em seguida, faça o seu cadastro gratuitamente e receba informações atualizadas sobre suas dúvidas através do seu e-mail
  • Tire já suas dúvidas!
Diretório
O nosso diretório apresenta alguns dos principais bancos e instituições financeiras que oferecem capital de giro para o seu negócio.
Avaliações

Esta seção do site SeguroAuto possui artigos sobre vários modelos de carros e marcas do Brasil. Aqui você também receberá dicas elaboradas pelo maiores blogueiros de sites automotivos do país.

Tenha uma ótima leitura!

April 22 2017

Andréia Silveira

A importância do fluxo de caixa

Conceito

Também designado em inglês por “Cash flow”, o fluxo de caixa aponta, essencialmente, os recursos recebidos e gastos por uma determinada entidade ao de um certo período de tempo.

Para o controle do fluxo de caixa, é imperativo que haja uma visão geral de todas as operações da empresa, a exemplo de compras, vendas, pagamentos a fornecedores, recebimento de clientes, pagamentos de empréstimos e financiamentos, rentabilidades auferidas em aplicações financeiras, compras de imobilizações, pagamentos de despesas administrativas, dentre outras.

Qual a importância do fluxo de caixa

O fluxo de caixa pode ser usado de diversas formas para colaborar com a gestão financeira. Veja alguns pontos em que essa ferramenta ajuda:

  • Controle financeiro: ao utilizá-lo, você terá maior controle das suas contas. Ele assegura um controle financeiro sobre o que está gastando e o quanto, além de mostrar o quanto está entrando em caixa e a origem do dinheiro.
  • Gerenciamento de gastos: enfatizando os pontos acima, você ainda consegue saber quais são os gastos desnecessários e cortá-los.
  • Melhor planejamento financeiro: como você tem em mãos um histórico completo do fluxo de caixa, poderá fazer projeções e se planejar financeiramente.

Por exemplo, você tem uma sorveteria, então terá maior fluxo de caixa durante o verão e poderá assim, traçar um plano para o inverno.

Fluxo de caixa pessoal

E não se enganem: não são apenas as grandes corporações que precisam trabalhar seus fluxos de caixa, mas também as pessoas físicas com a finalidade de melhor gerenciar suas finanças pessoais.

Vamos a um exemplo.

Digamos que uma pessoa receba mensalmente um salário de R$ 3.000 reais e que suas despesas nesse período totalizem o montante de R$ 2.500. Assim, ao final de cada mês haverá uma economia de R$ 500 reais, que no acumulado do ano representará R$ 6.000. Caso este valor seja aplicado numa modesta caderneta de poupança, o valor, digamos, será aproximadamente R$ 6.500.

Com esse fluxo de caixa projetado, é possível, por exemplo, comprar um imóvel mediante financiamento de longo prazo de forma que a soma anual das parcelas a serem pagas precisa ser inferior a R$ 6.000 a fim de evitar que o devedor fique inadimplente.

Um planejamento simples que permite que as pessoas façam muitas coisas em suas vidas. Não apenas adquirir imóveis, mas comprar um carro, pagar a universidade dos filhos, fazer a viagem dos sonhos, dentre várias outras coisas. E mais importante: sem ficar endividado e refém dos juros exorbitantes cobrados pelos bancos.

Uma grande empresa

Agora imagine a importância do fluxo de caixa para uma empresa de grande porte, que precisa constantemente de recursos para a manutenção de suas operações. Isso exige uma análise rigorosa das fontes de financiamento e da alocação do capital, este último item de acordo com os níveis de liquidez e os prazos dos pagamentos que serão necessários. Uma tarefa desempenhada por especialistas mantidos pelas grandes corporações.

Conclusão.

Não se engane. Qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento em finanças é capaz de elaborar um planejamento pessoal e conquistar seus objetivos.

Simplesmente é preciso conhecer as entradas e saídas de seu fluxo de caixa pessoal para poder se planejar. Vale salientar, estudo e disciplina são essenciais.

Artur Salles Lisboa de Oliveira.


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.