Artigos

Leia os nossos artigos sobre educação financeira e dicas para a sua empresa adquirir capital de giro!

Blog do site Capitaldegiro.net.br

Leia os artigos sobre capitaldegiro.net.br através do nosso blog

Fórum Header

Tire já suas dúvidas!

O Fórum é um serviço gratuito para você tirar dúvidas e também compartilhar o seu conhecimento sobre qualquer assunto relacionado neste site. Aqui você pode fazer a sua pergunta e que será respondida por especialistas na área de educação e por outros usuários.

Para fazer uma pergunta, clique no botão "Pergunte!" ao lado.

  • Em seguida, faça o seu cadastro gratuitamente e receba informações atualizadas sobre suas dúvidas através do seu e-mail
  • Tire já suas dúvidas!
Diretório
O nosso diretório apresenta alguns dos principais bancos e instituições financeiras que oferecem capital de giro para o seu negócio.
Avaliações

Esta seção do site SeguroAuto possui artigos sobre vários modelos de carros e marcas do Brasil. Aqui você também receberá dicas elaboradas pelo maiores blogueiros de sites automotivos do país.

Tenha uma ótima leitura!

August 30 2016

Andréia Silveira

Empresas podem contar com linhas de crédito do BNDES

BNDES oferece duas linhas de crédito para as empresas que precisam de apoio financeiro para adquirir um capital de giro.

Empresas podem contar com linhas de crédito do BNDESConforme um anúncio feito pelo governo federal no último dia 25, as empresas brasileiras vão poder contar com duas linhas de crédito por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Saiba mais sobre o capital de giro do BNDES e sobre a linha de crédito, 🙂

Essa é uma ajuda que as empresas vão poder receber para que tenham apoio financeiro para o capital de giro, assim como também é destinado para as empresas que estão passando por dificuldades e precisam de apoio para sua recuperação extrajudicial, judicial ou sobre falência.

Meta do governo

A meta do governo é de poder oferecer condições a todas as empresas que estão passando por situação de crise econômico-financeira, de forma que elas consigam superar suas dificuldades e obtenham essa linha de crédito. De acordo com Maria Silvia Bastos Marques, presidente do BNDES, o governo tem por intenção, poder melhorar as condições que as empresas estão passando.

Como estamos passando por um momento crítico no país, com taxa de desemprego em alta e a economia em retração, há um volume expressivo de empresas que estão em recuperação judicial, o que não é bom para o país, no geral.

Como proteger o capital de giro e enfrentar a crise financeira? Eu te mostro, 😉

Quais são as linhas de crédito

O governo está oferecendo duas linhas de crédito de capital de giro, onde a primeira já faz parte do BNDES, que é o Progeren. Essa as empresas já conhecem e seu prazo de vigência foi estendido para até o último dia de 2017.

Na segunda linha de crédito, a ajuda vai para as empresas que estão se recuperando judicialmente ou com recuperação extrajudicial ou falência. Assim elas podem solicitar apoio de outras empresas que estão em situação melhor e através de transferência de ativos.

Essa ajuda vem do Programa de Incentivo à Revitalização de Ativos Produtivos e conta com um orçamento de R$ 5 bilhões, onde o prazo ficou para até final de agosto de 2017.

Quer abrir um negócio próprio? Saiba quanto de capital de giro você vai precisar!

Como funciona o Progeren

Empresas podem contar com linhas de crédito do BNDESO Progeren recebeu um reforço no orçamento no valor de R$ 2,3 bilhões e que, de acordo com a presidente do BNDES, essa linha está sendo ajustada para que possa se adequar ao momento em que o país está vivendo. Isso porque, inicialmente, a linha de crédito era no valor de R$ 7,7 bilhões e agora está por R$ 10 bilhões.

Esse valor está distribuído da seguinte forma: R$ 7 bilhões para as micro, pequenas e médias empresas que tenham o total de faturamento anual no valor de R$ 90 milhões.

Vantagem das duas linhas de crédito

Como vantagem, os juros cobrados anualmente das empresas serão reduzidos, para as que participam do programa. A redução chega a 9,5% para as micro, pequenas e empresas de médio porte, conforme citado acima. Já as empresas de médio-grande porte, que tem faturamento de R$ 90 milhões a R$ 300 milhões, terão uma queda de 14,61% para 13,06%. No caso das empresas de grande porte que faturam, anualmente, mais de R$ 300 milhões, os juros ficarão reduzidos de 17,11% para 16,61%.

Você sabe qual a importância do fluxo de caixa? Deixa que eu te explico!!!


Discussão

Sem comentários. Seja o primeiro a responder!

Postar um comentário

Os comentários estão encerrados.